Campanha Desafio 10:23

Nos dias 5 e 6 de fevereiro, manifestantes no mundo inteiro irão encenar “overdoses” homeopáticas no que com certeza será o maior evento organizado pelo movimento cético até hoje.

A demonstração está sendo organizada como parte da campanha 10:23, um protesto global contra a homeopatia que teve início no Reino Unido. Eventos semelhantes acontecerão em dezenas de países ao redor do planeta, com manifestações anunciadas na Inglaterra, Alemanha, Hungria, Austrália e Canadá.

Michael Marshall, coordenador da campanha internacional, explica:

“Nossa intenção é mostrar que existe uma conscientização crescente em todo o mundo do quanto já foi desperdiçado em homeopatia, tanto em tempo quanto em dinheiro. Nos duzentos anos em que esses tratamentos existem, nunca houve uma só evidência de que eles funcionem. E sendo nada além de água e açúcar, é de fato impossível que eles funcionem para qualquer uma das coisas alegadas pelos homeopatas. Dezenas de bilhões de dólares são gastos todos os anos ao redor do mundo nesses remédios ineficazes e, quando se explica do que realmente se tratam e como são feitos, a maioria das pessoas se choca e não acredita que esses tratamentos inúteis continuam a ser vendidos para o público incauto”.

A campanha 10:23 foi lançada há um ano no Reino Unido, onde quase 400 participantes tomaram uma “overdose” em eventos semelhantes ao redor do país após uma das maiores cadeias de farmácias britânicas admitir que vendia as tais pílulas “porque os consumidores compram e não porque elas funcionam”. A campanha foi batizada em homenagem ao número de Avogadro, uma constante científica que pode ser usada para demonstrar que preparações homeopáticas podem não conter absolutamente qualquer resquício de ingrediente ativo.

Apesar de não existir nenhuma evidência em seu favor, dos seus princípios serem baseados em magia e superstição e dos medicamentos não conterem nada além de água ou açúcar, a homeopatia é uma especialidade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina no Brasil. Medicamentos homeopáticos são vendidos prometendo diminuir as chances de contrair dengue e de melhorar os sintomas dessa doença. Casos de sarampo já foram observados em crianças de famílias adeptas à homeopatia que deixaram de imunizar seus filhos com a vacina adequada.

A Sociedade Racionalista USP está planejando organizar uma “overdose” homeopática pública no dia 5 de fevereiro em Ribeirão Preto, em parceria com as que irão ocorrer nas cidades brasileiras de São Paulo, Porto Alegre e Natal. Os detalhes serão divulgados aqui. Participantes devem levar um frasco inteiro do medicamento homeopático que preferir, desde que seja verdadeiramente homeopático, ou seja, uma solução de 3CH por exemplo (consulte a bula).

Update 04/02/2011: Infelizmente a sociedade racionalista usp não conseguiu voluntários para organizar o evento em Ribeirão Preto. Se você deseja participar do protesto mas não está próximo de uma das cidades nas quais demonstrações públicas serão realizadas pode gravar uma “overdose” privada e enviá-la ao YouTube com a tag “ten23”. Homeopatia, é feita de nada!

Update 05/02/2011: Confira a minha voz feminina e minha cara de mané no vídeo da minha “overdose” homeopática privada:

Sobre André Luzardo

Holds a BSc in Mathematics from the University of Edinburgh. PhD researcher in Computer Science at City University London. Interested in computational models of Behaviour, Learning and Interval Timing. Skeptic activist. Follow me on Facebook @ndrluzardo. Matemático pela University of Edinburgh. Doutorando em ciências da computação na City University London. Pesquisador nas áreas de percepção temporal, aprendizado e modelagem computacional do comportamento. Ativista cético nas horas vagas. Siga-me no Facebook @ndrluzardo.

Publicado em 27/01/2011, em Campanha, eventos, homeopatia e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Gabriele Albuquerque

    Protesto bem interessante, lembro dos vídeos no ano passado… Incrível como a notícia passou “batida” por aqui

  2. Rafael Science

    Como posso participar ?

  3. André Luzardo

    Rafael – se você estiver interessado em organizar uma “overdose” homeopática em Ribeirão Preto sugiro que marque hora e local e eu divulgarei essas informações aqui no blog. Os protestos nas outras cidades estão marcados pra sábado, 5 de fevereiro, às 10:23am. Surgiram alguns interessados dentro da sociedade racionalista mas eles ainda não se organizaram. Como eu estou fora do país e não vou poder estar presente tá sendo meio difícil coordenar as coisas.

  4. André, os posts e campanhas que você anuncia nesse Blog são levados a sério por ti ou é uma ironia de alguém que não leva isso a sério? Juro que fiquei na dúvida e, mais ainda, que gostaria de saber a resposta.

  5. André Luzardo

    Gissele, pergunta estranha essa sua, não sei se entendi bem. Por que que seria uma ironia??

  6. oi andré

    só corrigindo um errinho q vc cometeu no video: belladona 200CH nao significa 1 parte para 10^200 de beladona… CH é a centesimal hanhnemaneana – centesimais – ou seja, é na verdade 1 parte de soluto para 10^400 (ou 1 para 100^200) de solvente.

    eh mais diluido do q vc possa imaginar.

    abraço

  7. André Luzardo

    Oi Pedro, isso mesmo, 200CH é 1/10^400 ou 1/(1 seguido de 400 zeros), erro meu, devo ter ficado com o 200 na cabeça! Obrigado pela correção.

  8. Ei, André, dá uma lida nisso, alias comece a se interar pra valer do que vc anda dizendo por aqui e por outras redes sociais, antes de falar outras besteiras:

    “Alergia a Ovos em Crianças: possibilidades através da imunoterapia oral

    Segundo um novo estudo apresentado no Encontro Anual (2010) da American Academy of Allergy, Asthma and Immunology (AAAAI), o tratamento da alergia à ovos em crianças em breve poderá ser possível.

    O estudo, que envolveu pesquisadores de diversas instituições, como a Universidade de Duke (EUA), a John Hopkins, a Universidade de Arkansas e o National Jewish Health e o National Institute of Allergy and Infectious Diseases, estudou a segurança e eficácia da imunoterapia oral no tratamento da alergia a ovos, através da qual pequenas doses de clara de ovo cozida foram administradas diariamente sob supervisão médica para crianças alérgicas.

    Segundo Robert A. Wood, pesquisador e chefe da seção de pediatria, alergia e imunologia da Escola de Medicina da Universidade John Hopkins, os resultados são promissores, na medida em que permitiriam o tratamento de pacientes com alergias alimentares severas. No caso deste estudo em particular, o pesquisador menciona que, embora ainda não se possa determinar a porcentagem das crianças já ‘curadas’, algumas das crianças estudadas já estão podendo comer ovos sem problemas.

    O estudo envolveu 55 crianças, com idades entre 5 e 18 anos, as quais apresentavam alergia a ovos. Um total de 40 crianças foram tratadas, em uma clínica, com 5 gramas diárias de clara de ovo cozida, enquanto 15 crianças receberam um tratamento placebo (ou seja, não ingeriram ovos). O tratamento incluiu o aumento gradativo das doses de clara de ovo =, e durou um total de 44 semanas, após o qual testou-se possíveis reações alérgicas das crianças ao consumo de ovos. Os resultados mostraram que cerca de metade (21, em um total de 40 crianças) que receberam a clara de ovos diariamente não tiveram reações alérgicas na fase de testes. Já no grupo que recebeu o placebo, reações alérgicas foram observadas em todas as crianças.

    De acordo com os pesquisadores envolvidos, os resultados são extremamente promissores, mas eles enfatizam que para que os resultados tenham relevância clínica e possam ser aplicados na prática é preciso ainda testar a dosagem adequada, potenciais efeitos adversos, o tempo de tratamento necessário e se a desensibilização das crianças ao ovos persiste a longo prazo.

    Referência Bibliográfica: American Academy of Allergy, Asthma and Immunology (AAAAI) 2010 Annual Meeting: Resumo L6. Apresentado no dia 02 de Março de 2010”

    As vacinas também seguem o mesmo princípio, o próprio antígeno induz o organismo a alcançar a cura.
    E mais, pondere melhor seus julgamentos sobre os grupos de pesquisas das universidades federais e instituições sérias como a sociedade médica.

  9. Oi Talita,
    Eu não entendi qual a relação desse estudo que você menciona com a homeopatia. A homeopatia é 100% água, sem antígeno, sem nenhuma ou praticamente nenhuma outra molécula que não seja de água.

  10. Se você não entendeu eu te explico.
    Como vc mesmo disse em seu vídeo, a homeopatia se utiliza do próprio agente causador da moléstia para induzir o organismo a produzir a cura, por exemplo, a cafeína em doses muitíssimo pequenas não é suficiente para causar a insônia, mas induz o organismo a reagir contra ela, provocando o efeito contrário, que consiste em uma boa noite de sono.
    No estudo em questão o princípio é o mesmo, o ovo em pequenas, quase insignificantes doses age contra a reação alérgica do organismo, estimulando o mesmo. O mesmo acontece com a vacina, que usa o próprio vírus enfraquecido, ou uma simples proteína do vírus, que não é suficiente para atacar ao organismo, mas que induz o organismo a combate-lo.
    Homeopatia é uma coisa, tratamento com placebos é outra, bem diferente.

  11. Talita, a homeopatia consiste em diluir uma substância em água até que não reste mais NENHUMA molécula dessa substância. Os próprios homeopatas admitem isso. A ‘teoria’ deles é que a própria água adquiriria uma ‘memória’ dessa substância. Não há mecanismo algum que explique como a água poderia ter memória. E também não há efeito terapêutico algum da água homeopática; ela já foi testada e é só placebo.
    Vacinas, por outro lado, contém sim uma GRANDE quantidade do vírus (de forma inativa) que causa a doença; esses vírus inativos são suficientes para que o nosso sistema imunológico gere anticorpos específicos contra a versão ativa do vírus. O mecanismo todo é bem conhecido e as vacinas foram testadas experimentalmente e produzem imunização.
    Portanto, homeopatia não tem absolutamente nada a ver com vacinas. Você mesma pode conferir essas informações no site da campanha 10:23.

%d blogueiros gostam disto: